Os benefícios do ômega 3 são a razão pela qual essa gordura poli-insaturada se tornou tão conhecida na comunidade médica e pelo público em geral.

    Esse ácido graxo é encontrado em alimentos, como peixes, nozes e sementes e, até mesmo, em certos vegetais e verduras, como a couve-flor e o espinafre, entre outros.

    Conhecer quais são as fontes de ômega 3 é essencial, já que nosso corpo não produz o nutriente. Portanto, se quiser aproveitar seus benefícios para o funcionamento do corpo e prevenção de certas doenças, é preciso conhecer mais sobre o nutriente. Veja mais a seguir!

    Entenda o que é e quais são os benefícios do ômega 3?

    Encontrado em peixes, sementes, verduras e grãos, o ômega 3 é um dos nutrientes mais procurados. E com muita razão, uma vez que é ótimo para a saúde do coração, fortalecimento da resposta anti-inflamatória e, além disso, potencialmente benéfico para a saúde mental e neurológica.

    O seu consumo é muito necessário, afinal, o nutriente é um ácido graxo poli-insaturado essencial. Esses ácidos são chamados de essenciais porque não são produzidos pelo corpo humano, ao contrário de muitos outros nutrientes.

    No entanto, apresenta diferentes funcionalidades e benefícios ao organismo, o que torna sua presença fundamental no corpo humano.

    O ômega 3 de origem marinha contém 2 ácidos graxos poli-insaturados fundamentais para a nossa saúde, pois regulam funções importantes como a pressão arterial e são beneficiais para a saúde cerebral e defesas do corpo. Esses 2 ácidos graxos são chamados de EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenoico).

    Diante disso, os principais benefícios do consumo desse ácido ao organismo são:

    Melhora a memória e a função cognitiva

    O nutriente auxilia a manter as membranas das células nutridas e protegidas. Por meio desta ação, as células cerebrais conservam sua fluidez e melhoram a comunicação neurológica.

    Essa nutrição permite ao cérebro manter seu bom funcionamento, o que auxilia na cognição, na melhora da memória e até mesmo no humor.

    Diminui risco de doenças neurodegenerativas

    Pode ajudar em diferentes patologias, como no Alzheimer. O Alzheimer causa a perda de funções cognitivas básicas como memória, atenção e até mesmo linguagem e, com o tempo, leva a pessoa ao estado de demência.

    Os estudos sobre os benefícios do nutriente no cérebro em relação à prevenção do Alzheimer estão caminhando, mas já indicam dados promissores. Sabe-se que os danos celulares presentes são causados nos neurônios por conta da oxidação das células, consequência da ação dos radicais livres.

    A ingestão do Ômega 3 permite o combate contra esses radicais, prevenindo o desenvolvimento da doença, por exemplo.

    Ajuda a estabilizar o humor

    As associações entre o humor e o ômega 3 vem sendo estudadas com bastante interesse pela comunidade médica. Não se sabe ainda ao certo como tomar ômega 3 pode melhorar o humor, mas há teorias que lançam luz sobre o assunto.

    A principal ação dos ácidos graxos é na recepção dos neurotransmissores, auxiliando a ação da dopamina no cérebro. Há também a teoria de que certos quadros de depressão podem ocorrer devido à desregulação do processo inflamatório neural, que também são combatidos pelo DHA do ômega 3. 

    Protege contra lesões cerebrais

    A ação no cérebro é bastante vasta e existem diversas maneiras do ácido graxo proteger sua atividade cerebral. As principais são: 

    • Mantém as membranas das células cerebrais bem nutridas;
    • Reduz a inflamação no cérebro;
    • Aumenta o fluxo sanguíneo na região;
    • Previne a criação de placas amiloides. 

    Melhora a saúde cardiovascular

    E não é apenas o cérebro que tem sua saúde garantida e o bom funcionamento auxiliado pelo óleo. O ácido graxo é ótimo para a saúde cardiovascular e o coração tem muito a ganhar com a ingestão do nutriente. 

    Ele reduz os níveis de triglicérides no organismo, que consequentemente reduz o colesterol ruim em seu corpo. Isso evita que gorduras se prendam no interior das artérias, causando aumento da pressão arterial ou mesmo infarto. 

    Diminui a inflamação

    Um dos benefícios mais conhecidos do ômega 3 é seu combate à inflamação, e essa ação se dá em duas frentes. O ômega 3 diminui a produção de substâncias inflamatórias, como a citocina, e aumenta substâncias anti-inflamatórias como os eicosanóides.

    Como esse ácido graxo é um poderoso agente antioxidante, ele também pode diminuir o que é chamado de “inflamação crônica do organismo”. 

    Melhora a qualidade da pele

    Você também pode ter pele bonita e muito mais saudável. O ácido graxo é capaz de nutrir as células, combater os efeitos da oxidação e do envelhecimento precoce. 

    Os efeitos inflamatórios que também podem deteriorar a pele são combatidos pelo ômega 3, o que melhora seu aspecto e aparência. 

    Quais são as principais fontes de ômega 3?

    Quais são as principais fontes de ômega 3
    Quais são as principais fontes de ômega 3

    Como mencionamos, é um ácido graxo essencial porque não é produzido pelo corpo humano. Logo, é preciso consumi-lo para usufruir de seus benefícios. 

    Existem diversas fontes de ômega 3 no mercado, desde as alimentares, que você pode incluir na dieta, até mesmo os suplementos que também são retirados de verduras, vegetais, frutas, sementes, peixes, entre outros alimentos. As principais fontes são: 

    • Peixes: Uma das fontes mais conhecidas são os peixes de águas frias, como arenque, salmão, atum e sardinha; 
    • Oleaginosas: Poucos sabem que oleaginosas também são fontes do ácido graxo, como nozes, castanha de caju, castanha do Pará, nozes e pinhão;
    • Sementes: As sementes de linhaça, cânhamo e chia são ótimas fontes para o organismo;
    • Vegetais verdes: Que vegetais são saudáveis todos sabem, mas poucos ignoram que são fontes do ácido graxo. Entre eles estão o brócolis, espinafre e couve; 
    • Grãos: Os grãos são mais uma opção para consumir ômega 3, como feijão, grão-de-bico, lentilha e soja. 

    Adapte sua dieta para incluir esses alimentos como suas fontes de ácidos graxos e traga ao seu organismo os benefícios desse nutriente essencial. 

    Quando e como suplementar ômega 3?

    A suplementação de ômega 3 é especialmente recomendada para aqueles que têm dificuldade em ter uma dieta equilibrada com os alimentos que contêm o óleo. 

    Uma rotina apertada ou mesmo morar em um lugar onde é difícil encontrar fontes alimentares do nutriente podem ser fatores que indicam a necessidade de suplementação. Por isso, aposte no suplemento de ômega 3 com alta concentração DHA e usufrua de seus diversos benefícios para a saúde do organismo, incluindo a proteção do cérebro e melhor desempenho cognitivo.

    Indicações e contra-indicações da suplementação de ômega 3

    É indicado para adultos de todas as idades que não conseguem ingerir através da alimentação quantidades adequadas do nutriente, com a indicação e acompanhamento do seu médico ou nutricionista.

    A contra-indicação é nos seguintes casos:

    • Quem possui alergia ou sensibilidade a peixes.
    • Pessoas com distúrbios hemorrágicos, como também, as que fazem uso de medicamentos anticoagulantes.
    • Quem tem hipersensibilidade ao ômega-3.
    • Indivíduos que possuem deficiência grave de gordura biliar ou problemas de absorção de gordura.
    • Gestantes ou lactantes e crianças somente com indicação e acompanhamento médico.
    • E pacientes que pretendem realizar um processo cirúrgico, devendo cessar a ingestão semanas antes do procedimento.

    Qualquer dúvida ou orientação para quantidades adequadas procure seu médico, ou nutricionista.

    Qual o melhor suplemento de ômega 3?

    É necessário observar características importantes para realizar a melhor escolha, como:

    • Ter boas concentrações dos ácidos graxos EPA e DHA;
    • Possui o formato TG por possuir melhor absorção e proporcionar conforto gástrico;
    • Embalagem segura e opaca, pois evita a perca de qualidade do nutriente ao ser exposto à luz solar;
    • Ser importado com certificado de qualidade IFOS;
    • Preferir por marca de confiança, experiência e tradição no mercado.

    Como tomar ômega 3?

    Você pode consumir o ômega 3 na forma de alimento em sua dieta rotineira. Porém, com o suplemento, você tem a oportunidade de consumir de uma vez o ácido graxo.

    Os suplementos em cápsulas são fáceis de engolir e consumir: basta tomar com água uma ou duas cápsulas por dia. Consulte um especialista em nutrição para ter a certeza de qual a quantidade correta para o seu corpo, altura, idade e sexo.

    Mas, não deixe de aproveitar os benefícios do ômega 3 para e ter uma vida muito mais saudável e protegida. Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos!

    Compartilhe.
    Avatar de Mauricio Nakamura

    Nossa equipe de redação é composta por jornalistas, redatores e editores, que trabalham para produzir textos claros, objetivos e informativos que possam atrair e engajar o público-alvo.