dicas-para-tornar-fisicamente-ativo

Mude sua mentalidade – se você estiver ocupado, pense no movimento como uma oportunidade, não uma inconveniência. Por exemplo, tente caminhar ou andar de bicicleta em vez de usar o carro ou suba as escadas em vez de usar o elevador.

Se você não pode escolher uma atividade física – faça algo que você gostava quando criança.

Pratique exercícios com um amigo ou parente

Fazer qualquer atividade física é melhor do que nada. Se você atualmente não faz nenhuma atividade física, comece fazendo alguma e gradualmente aumente até a quantidade recomendada.

Estabeleça metas para se manter focado e motivado.

Seja ativo na maioria, de preferência todos os dias da semana. Se você está achando difícil arranjar tempo, procure maneiras de ser ativo ao longo do dia – não dê desculpas para o trabalho doméstico – aspirar, cuidar do jardim ou lavar o carro pode queimar quilojoules!

Minimize o tempo que você passa sentado por longos períodos – divida-o o máximo que puder.

Pesquise suas opções – talvez você queira participar de uma academia ou centro de saúde ou obter ajuda de um personal trainer. Obtenha ajuda para elaborar um programa de exercícios sob medida para atender às suas necessidades e nível de condicionamento físico.

Tente não dar desculpas

Você pode se sentir vazio antes de começar, mas terá mais energia quando terminar.

Limite o tempo de tela para entretenimento a não mais do que – crianças (2 a 5 anos) = 1 hora por dia em um período de 24 horas. Crianças e adolescentes (5-17 anos) e adultos = 2 horas por dia.

Pais ou responsáveis ​​- incentive as crianças a terem uma experiência positiva ao usar dispositivos baseados na tela. O tempo de tela pode ser saudável se for equilibrado ao longo do dia com atividades físicas, socialização e brincadeiras criativas.

Antes de iniciar um novo programa de exercícios

Se você tem mais de 45 anos (homens) ou mais de 55 anos (mulheres), tem uma condição médica pré-existente ou não faz exercícios há muito tempo, consulte seu médico ortopedista que atende planos de saúde, antes de iniciar um novo programa de exercícios.

A triagem pré-exercício é usada para identificar pessoas com condições médicas que podem colocá-las em maior risco de ter um problema de saúde durante a atividade física. É uma “rede de segurança” para ajudar a decidir se os benefícios potenciais do exercício superam os riscos para você.